Ex-presidente é declarado culpado em dois casos de estupro

Ex-presidente é declarado culpado em dois casos de estupro

Moshe Katsav pode ficar preso por, no mínimo, oito anos

O ex-presidente de Israel Moshe Katsav foi condenado nesta quinta-feira (30) por crimes de assédio sexual e estupro contra três ex-funcionárias do Ministério de Turismo do país, pasta que foi chefiada pelo político no final da década de 1990.

Com a sentença, Katsav, que esteve no poder entre 2000 e 2007, deve enfrentar pelo menos oito anos de prisão. Atualmente com 65 anos, ele renunciou ao poder em 29 de junho de 2007, mas suas atribuições já haviam sido suspensas em janeiro daquele ano.

O veredicto do tribunal de Tel Aviv encerra uma investigação de 4 anos, desde os primeiras denúncias do escândalo sexual envolvendo o ex-presidente.

Fonte: g1, www.g1.com.br