Ex-presidente George Bush é internado com problemas respiratórios nos EUA

Ex-presidente George Bush é internado com problemas respiratórios nos EUA

presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que está de férias no Havaí, foi informado sobre a internação de Bush, segundo seu porta-voz Eric Schultz

O ex-presidente dos Estados Unidos, George H.W. Bush, foi transferido nesta terça-feira, de forma preventiva, para um hospital de Houston, no estado do Texas, após apresentar problemas respiratórios, informou sua assessoria em comunicado. O ex-presidente, de 90 anos, foi internado no Hospital Metodista de Houston, onde permanecerá em observação como "medida de precaução", segundo seu porta-voz, Jim McGrath.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que está de férias no Havaí, foi informado sobre a internação de Bush, segundo seu porta-voz Eric Schultz. Obama e a primeira-dama, Michelle, "enviam seus melhores desejos ao ex-presidente e a toda a família Bush", disse Schultz em comunicado.

Bush foi internado nesse mesmo hospital em novembro de 2012, onde permaneceu por um mês, devido a complicações geradas por uma bronquite. O ex-chefe de Estado, que sofre de Parkinson e tem dificuldades para movimentar as pernas, comemorou em junho seu 90º aniversário com um salto em paraquedas, assim como fez quando completou 85, 80 e 75 anos.

Veterano da Segunda Guerra Mundial, o republicano George H.W. Bush foi vice-presidente durante o mandato de Ronald Reagan e é pai do também ex-presidente George W. Bush (2001-2009). Bush começou a experimentar problemas de saúde em 1991, quando ainda era presidente. Ele foi internado por uma arritmia cardíaca e os médicos diagnosticaram que sofria da doença de Graves.

Essa condição, da qual também padece sua esposa Barbara, é uma doença autoimune que leva à superatividade da glândula tireoide. No ano 2000, Bush também foi internado no Hospital Comunitário Naples, no estado da Flórida, depois que sentiu um mal-estar em um encontro com banqueiros.

Naquela ocasião, os médicos diagnosticaram que sofria de arritmia cardíaca por fibrilação atrial. A fibrilação atrial é uma condição na qual os dois átrios do coração tendem a vibrar ao invés de realizar o bombeamento apropriado. Isso causa uma redução da pressão sanguínea e, se não for corrigida imediatamente com remédios, pode levar à parada cardíaca.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: TERRA