Exército interroga dois dos soldados que urinaram sobre três corpos no Afeganistão

Exército interroga dois dos soldados que urinaram sobre três corpos no Afeganistão

O Pentágono prometeu uma apuração exaustiva sobre o fato, que o Governo dos EUA classificou como "deplorável"

As autoridades militares americanas interrogaram dois dos soldados que aparecem no polêmico vídeo publicado há dois dias no Youtube, no qual vários soldados aparecem urinando sobre corpos de possíveis integrantes do talibã, no Afeganistão, informou nesta sexta-feira a cadeia CNN. Os militares, que foram identificados nesta quinta-feira, foram entrevistados como parte das investigações que estão sendo realizadas pelo Departamento de Defesa. Os nomes dos soldados não foram informados, nem se eles foram detidos.

O Pentágono prometeu uma apuração exaustiva sobre o fato, que o Governo dos EUA classificou como "deplorável". O comandante da Força Internacional de Assistência para a Segurança no Afeganistão, o general do Corpo de Infantaria da Marinha, John R. Allen, reuniu-se hoje com altos funcionários do Departamento de Defesa para expressar sua indignação pelo vídeo. "Estas ações vão contra tudo o que o Exército representa", afirmou Allen. "Estes atos não refletem o padrão moral das nossas Forças Armadas", acrescentou.

Segundo confirmou à Efe uma fonte do Pentágono, que pediu para não ser identificada, os soldados que aparecem na gravação pertencem ao terceiro batalhão do segundo regimento de Marines, baseado em Camp Lejeune, na Carolina do Norte. O vídeo, de 39 segundos, mostra os soldados urinando sobre três corpos ensanguentados, de prováveis integrantes do talibã, entre risos e galhofas. Um deles chega a dizer: "tenha um bom dia, amigo".

Fonte: Terra