Exército mexicano acha 72 corpos em rancho

Tamaulipas, na fronteira com o Texas, é um dos estados mais violentos.

Militares mexicanos encontraram 72 corpos, entre eles 14 mulheres, em uma propriedade rural do estado de Tamaulipas (nordeste), na fronteira com os Estados Unidos, na pior descoberta do tipo desde o início de uma operação contra o narcotráfico iniciada em 2006 pelo governo do presidente Felipe Calderón. "No rancho foram encontrados os corpos de 72 pessoas (58 homens e 14 mulheres)", afirma um comunicado oficial. A descoberta macabra aconteceu depois de um tiroteio entre oficiais da Marinha de Guerra e pistoleiros, que terminou com a morte de um soldado e três criminosos. Tamaulipas, na fronteira com o Texas (Estados Unidos), é um dos estados mexicanos mais violentos. Segundo as autoridades, os cartéis de narcotraficantes do Golfo e dos Zetas, antigos aliados, disputam o controle de Tamaulipas. O presidente Calderón, depois de tomar posse em dezembro de 2006, mobilizou 50 mil militares para lutar contra traficantes de drogas, acusados por mais de 28.000 homicídios desde então.

Fonte: g1, www.g1.com.br