Explosão de bomba deixa seis mortos e 29 feridos nas Filipinas

Explosão de bomba deixa seis mortos e 29 feridos nas Filipinas

Policiais e soldados isolaram a zona, enquanto especialistas tentam identificar o tipo de bomba utilizada

Pelo menos seis pessoas morreram e outras 29 ficaram feridas após a explosão nesta segunda-feira de uma bomba em uma movimentada avenida de uma cidade de Mindanao, no sul das Filipinas, sem que nenhum dos grupos armados que operam na região tenha reivindicado a autoria até o momento.

O governador da Região Autônoma do Mindanao Muçulmano, Muvij Hataman, confirmou seis vítimas mortais no atentado na cidade de Cotabato, em declarações feitas à emissora de rádio "dzMM".

O Hospital Geral de Cotabato recebeu 25 feridos e o Hospital de Notre Dame os outros quatro. "A explosão aconteceu em frente a um centro comercial. É uma zona comercial e residencial com muito tráfego", explicou o governador.

A explosão ocorreu na Avenida Sinsuat, em Cotabato, por volta das 16h30 local (5h30, horário de Brasília), segundo as autoridades. A bomba estava escondida em um veículo e a deflagração causou um incêndio em dois comércios, um deles uma funerária, e danos em pelo menos quatro veículos.

Policiais e soldados isolaram a zona, enquanto especialistas tentam identificar o tipo de bomba utilizada. "Este atentado prova que os terroristas não têm respeito algum pela vida humana e a propriedade. O objetivo é criar medo", indicou o diretor do escritório de informação das Forças Armadas das Filipinas, o tenente-coronel Ramon Zagala.

Grupos armados comunistas e muçulmanos operam há décadas em Mindanao. Cotabato, com uma população próxima de 300 mil habitantes entre cristãos e muçulmanos, é uma das cidades emblemáticas da Região Autônoma do Mindanao Muçulmano.

Fonte: Terra