Rússia: Explosão de meteoro liberou energia similar à bomba atômica

O meteoro que explodiu esta manhã sobre a região oeste da Sibéria foi o maior objeto a atingir a Terra em mais de um século

Dados de infrassom coletados por uma rede para monitorar teste de armas nucleares sugerem que a explosão do meteoro sobre a Rússia liberou centenas de kilotons de energia. O que a torna mais poderosa que os teste nucleares conduzidos pela Coreia do Norte dias atrás.

O meteoro que explodiu esta manhã sobre a região oeste da Sibéria foi o maior objeto a atingir a Terra em mais de um século, dizem cientistas ouvidos pelo site da revista científica "Nature".

O último episódio havia sido em 1908, quando um bólido de cerca de 100 metros explodiu sobre o rio Tunguska, também na Sibéria.

"Foi um evento muito, muito poderoso", disse Margaret Campbell-Brown, astrônoma da the University of Western Ontário, no Canadá, que estudou dados de duas estações de infrassom próximas ao local do impacto.

Ela calcula que o meteoro tinha aproximadamente 15 metros de diâmetro quando entrou na atmosfera e cerca de 40 toneladas de massa. "O que o torna o maior objeto a atingir a Terra desde Tunguska."

Fonte: Folha