Explosões em edifícios públicos chineses deixam dois mortos

Duas das explosões aconteceram entre 9h e 10h (22h e 23h de Brasília).

Duas pessoas morreram e seis ficaram feridas nesta quinta-feira em três explosões quase simultâneas em três edifícios públicos na cidade chinesa de Fuzhou, na província oriental de Jiangxi, informou a agência oficial Xinhua.

Duas das explosões aconteceram entre 9h e 10h (22h e 23h de Brasília) perto do escritório da Promotoria de Linchuan e em um estacionamento a menos de 100 m do edifício do governo deste distrito, situadas a cerca de dez minutos de carro de distância entre si, segundo testemunhas citadas pela Xinhua. A terceira explosão aconteceu na administração de segurança alimentar do mesmo distrito.

A polícia encontrou um corpo entre os escombros no edifício do governo, enquanto um dos feridos nessa mesma detonação morreu no hospital, segundo as autoridades provinciais, que não informaram sobre vítimas nas outras duas explosões.

Os feridos no edifício do governo foram transferidos ao hospital e pelo menos dez veículos ficaram danificados pela explosão. No escritório da Promotoria, a explosão quebrou as vidraças de seus oito andares e outro carro ficou destruído.

As causas das explosões ainda são desconhecidas, embora as autoridades provinciais tenham assinalado que o suspeito de provocá-las está foragido. Uma fonte do governo da província citada pela Xinhua assinalou que as suspeitas recaem sobre um granjeiro, que pode ter atuado por vingança.

Fonte: Terra