Explosões na maratona de Boston deixam 3 pessoas mortas e mais de 100 feridos; fotos!

Explosões na maratona de Boston deixam 3 pessoas mortas e mais de 100 feridos; fotos!

Aproximadamente três horas depois que os vencedores finalizaram a prova, a primeira explosão aconteceu perto de um hotel

Ao menos três pessoas morreram nas duas explosões que abalaram o final da maratona de Boston, tradicional evento esportivo da capital do Massachusetts, na tarde desta segunda-feira. A informação foi confirmada pelas autoridades locais na noite de hoje no que foi a primeira confirmação oficial pública sobre as vítimas fatais do incidente. Estima-se que mais de 100 pessoas tenham ficado feridas, algumas em estado grave.

"Ao menos três pessoas morreram", disse na noite dessa segunda à imprensa o comissário da Polícia de Boston, Edward Davis, que informou que ainda não há suspeitos e que se trata de uma investigação ainda em curso. O comissário estava acompanhado, entre outras autoridades, do governador do Massachusetts, Deval Patrick, que afirmou que a perícia no local das explosões devem se estender por mais alguns dias, durante os quais as pessoas terão de ser pacientes e solícitas com o trabalho dos investigadores.

Ao lado de Davis e Patrick estava também o agente do FBI Richard Des Lauriers. Ele informou que, a partir de agora, sua agência assume a liderança das investigações, que passam a tratar o incidente da maratona como um potencial ato terrorista. "Trata-se de uma investigação criminal que é uma potencial investigação terrorista", afirmou o agente. A investigação seguirá unindo as esferas municipal, estadual e federal.

Mais cedo, o presidente Barack Obama afirmou, em rede nacional, que as autoridades ainda não detêm "todas as respostas", mas garantiu que os responsáveis serão descobertos e levados à Justiça. Ainda não foram divulgadas informações sobre suspeitos de autoria do incidente, tampouco sobre a natureza do material usado nas explosões. Um terceiro incidente envolvendo a Livraria JFK de Boston foi mencionado no decorrer do dia com possível relação com o incidente da maratona, mas a informação foi posteriormente revisada pela polícia, que descartou, por ora, ligação entre os eventos.















































Fonte: UOL