Família brasileira é encontrada morta dentro da própria casa na Flórida

O funcionário enviado até o local pelo proprietário da casa sentiu um cheiro muito forte ao chegar e chamou a polícia

Três brasileiros de uma mesma família --um casal e uma criança de dez anos-- foram encontrados mortos em sua casa na Flórida, segundo o jornal britânico "Daily Mail" divulgou nesta quarta-feira (11). A polícia dos EUA diz acreditar que seus corpos estavam em decomposição há pelo menos três semanas.

Marcio Ferraz do Amaral, 45, sua mulher, Cledione, 34, e sua filha foram descobertos no último sábado (7) quando o dono do imóvel onde a família morava, em Lake Nona, perto da cidade de Orlando, decidiu verificar porque o pagamento do aluguel estava atrasado.

O funcionário enviado até o local pelo proprietário da casa sentiu um cheiro muito forte ao chegar e chamou a polícia, que derrubou a porta. A família estava na garagem, com seus corpos parcialmente em decomposição, dentro do carro.

De acordo com o jornal norte-americano "Orlando Sentinel", não havia sinais de arrombamento, e agora a polícia tenta descobrir como as mortes ocorreram. A princípio, os corpos não apresentavam ferimentos. Exames de DNA devem confirmar a identidade das vítimas.

Amaral era piloto de uma companhia aérea e Cledione tinha um emprego de meio-período na Disney. Há cinco anos a família vivia no condomínio Eagle Creek, que tem casas de alto padrão e campo de golfe.

"Eles sempre foram muito bons", disse Gerald Mastro ao jornal dos EUA, locador da casa e amigo da família.

Mastro, morador da região de Chicago, contou também que o casal enfrentava problemas financeiros e tinha o aluguel em atraso há três meses. Em novembro, ele entrou em contato com Cledione para acertar detalhes do pagamento. Como o combinado não foi cumprido, Mastro pediu que um funcionário fosse até o imóvel, quando os corpos foram encontrados.

Fonte: Terra