Fidel Castro expressou sua admiração por Messi, futebol e elogiou Maradona

Aos 87 anos, Castro afirma que acompanha o Mundial do Brasil. Declarações foram dadas em carta a programa de Maradona.

O líder da revolução cubana Fidel Castro acompanha o programa de televisão "De Zurda", apresentado por seu amigo Diego Maradona, a quem enviou uma carta, divulgada nesta terça-feira (24), na qual expressa sua admiração e felicita também o craque Lionel Messi.

"Inesquecível amigo, todos os dias tenho o prazer de acompanhar teu programa pela Telesur sobre a espetacular Copa do Mundo. Graças a isto posso observar o extraordinário deste esporte universal" afirma a carta, lida por Maradona ao fim do programa na emissora regional Telesur e que foi divulgada nas redes sociais do canal.

Aos 87 anos, Castro afirma que acompanha o Mundial do Brasil, celebra o desempenho da Argentina e faz uma menção especial a Messi.

"Igual a você, saúdo Messi, formidável atleta que dá glória ao nobre povo da Argentina".

"Nada pode superar o que ambos têm de glória e prestígio, apesar dos esforços mesquinhos dos intrigantes", completa a carta.

Ao falar Maradona, Fidel Castro não economiza elogios: "Admiro tua conduta por várias razões, tive o privilégio de conhecer-te quando triunfaram as ideias mais justas de nossos povos e nenhum poder conseguiu esmagá-las".

Após divulgar a carta, Maradona disse que o "melhor" que aconteceu até agora no programa, que apresenta ao lado do jornalista uruguaio Victor Hugo Morales, é que "tenha escrito o maior de todos", em referência a Fidel Castro.

Diego Maradona, de 53 anos, apresenta o programa "De Zurda" durante a Copa do Mundo a partir do Rio de Janeiro para a emissora regional de origem venezuelana Telesur. Ele comenta as partidas do dia, lembra os grandes momentos de sua carreira e lê mensagens de fãs.

Como apresentador, já entrevistou ídolos do futebol como Zico, o búlgaro Hristo Stoichkov, o chileno Iván Zamorano, o colombiano Faustino Asprilla, entre outros.

Fonte: G1 Globo