Filme erótico em 3D  "Sex and Zen: Extreme Ecstasy" bate recorde de bilheteria em Hong Kong

Filme erótico em 3D "Sex and Zen: Extreme Ecstasy" bate recorde de bilheteria em Hong Kong

Espectadores da China continental estão indo à ilha assistir a "Sex and Zen: Extreme Ecstasy".

Uma comédia erótica em 3D surpreendeu e assumiu a liderança das bilheterias em Hong Kong, superando o recorde de estreia estabelecido pelo blockbuster americano Avatar.

O filme Sex and Zen: Extreme Ecstasy faturou o equivalente a R$ 564 mil em seu primeiro dia de exibição, na semana passada, em comparação com os R$ 533 mil arrecadados por Avatar.

Sex and Zen arrecadou, nos seus cinco primeiros dias em cartaz, um total de R$ 3,45 milhões, em parte porque muitos chineses do continente - onde o filme não está em exibição - viajaram a Hong Kong para assisti-lo.

A comédia, remake de um filme de Hong Kong de 1991, é ambientada na China antiga e conta a história de um acadêmico sexualmente frustrado que vai parar no harém de um duque de quem fica amigo.

A produção cantonesa é estrelada por atores pornôs japoneses e por uma atriz de Hong Kong.

O filme também fez sucesso em Taiwan e se tornou o filme em idioma chinês mais visto no ano até agora na província, disse o produtor Stephen Shiu.

Censura

Como a China não tem um sistema de classificação etária para os filmes - permitindo que espectadores de qualquer idade assistam a qualquer filme -, o país proíbe conteúdo erótico em seus cinemas. Hong Kong escapa da censura.

Não é a primeira vez que espectadores do continente viajam à ilha para assistir a filmes proibidos: muitos já haviam feito o trajeto para ver o filme Lust, Caution, em 2007, do premiado diretor taiwanês Ang Lee.

Fonte: g1, www.g1.com.br