Fisiculturista sem braços participa de competições e mostra que é possível superar todos obstáculos

Fisiculturista sem braços participa de competições e mostra que é possível superar todos obstáculos

A musculação dá à Barbie um objetivo de vida e a faz se sentir bem sobre si mesma

A esportista de 37 anos perdeu os dois braços em um acidente quando criança, mas isso não a impediu de seguir seu sonho como fisiculturista.

Ela disse: "Eu diria a qualquer um: você pode fazer o que você quiser, desde que coloque isso na cabeça como foco. As únicas limitações são aquelas que você coloca em si mesmo. Todo mundo tem suas limitações e deficiências, de alguma forma ou de outra. A minha talvez seja só um pouco mais visível que a sua?.

O organizador da competição, Tres Bennett, foi apresentado à moça pela primeira vez, quando ela pediu que seu treinador pudesse ficar nos bastidores durante a competição. O pedido foi rejeitado, mas ele se surpreendeu ao descobrir o motivo quando ela disse: ?Eu preciso dele para me ajudar a trocar de roupa porque eu não tenho os braços?. Eles são grandes amidos desde então.

Apelidada como ?Barbie?, ela diz que pode fazer qualquer coisa que uma pessoa normal pode fazer apenas usando os pés. Isso inclui escovar os dentes, fazer o jantar, organizar a casa, mandar mensagens de texto, fazer compras, colocar a maquiagem e até mesmo dirigir.

Ela é mãe solteira de dois filhos e chegou a ser casada 3 vezes. Barbie começou a treinar musculação em 2003. "Eu costumava ler sobre todos os concorrentes de competições fitness em revistas - e eu sempre pensei que era a coisa mais legal do mundo. Eu queria ser como eles e fazer as coisas que eles estavam fazendo. Eu pensei que era incrível", afirma ela.

Barbie perdeu seus braços quando ela tinha dois anos de idade. Ela subiu em um transformador elétrico e agarrou os fios. A eletricidade penetrou suas mãos e subiu pelo seu corpo, queimando seus dois braços. "O médico disse que eu não iria sobreviver, e se isso acontecesse, eu provavelmente ficaria em estado vegetal", disse ela.

"Minhas primeiras competições de fitness que eu participei, houve alguns olhares engraçados", acrescentou. "Eu tenho certeza de que as pessoas estavam se perguntando o que eu achava que estava fazendo lá em cima. Obviamente que é uma competição de físico e, por eu não ter uma parte do meu corpo, não tinha a simetria que eles estavam procurando?.

"Porém, depois que eu montei e mostrei minha rotina de musculação intensa, pela primeira vez, as pessoas perceberam que eu era uma atleta, assim como o resto deles, e eu fazia sim parte da competição?, reitera ela.

A musculação dá à Barbie um objetivo de vida e a faz se sentir bem sobre si mesma. Seus treinos variam a cada dia entre musculação, alongamento e corrida. Quando não está competindo, Barbie adora fazer as coisas que uma mãe ?normal? faria e aproveita muito cuidando de seus dois filhos.

"Às vezes eu tenho que sentar no chão ou até mesmo no balcão, mas ainda faço a mesma coisa que qualquer pessoa faz. A mente é uma coisa realmente muito poderosa e por isso depende muito da atitude da pessoa. E se você manter uma atitude muito positiva e acreditar em si mesmo, acreditar que você pode, então tudo é possível", afirma ela.


Fisiculturista sem braços participa de competições e mostra que é possível superar obstáculos

Fisiculturista sem braços participa de competições e mostra que é possível superar obstáculos

Fisiculturista sem braços participa de competições e mostra que é possível superar obstáculos

Fisiculturista sem braços participa de competições e mostra que é possível superar obstáculos

Fonte: DailyStar