Preso homem que amarrou fogos no corpo de Pitbull e ateou fogo

Preso homem que amarrou fogos no corpo de Pitbull e ateou fogo

A trágica história ganhou as páginas dos jornais e mobilizou vários investigadores para encontrá-lo

Um homem de 41 anos foi acusado de amarrar fogos de artifício em um cão da raça Pitbull.

Carlos Efrain Duarte foi preso e acusado de crime de crueldade contra animais. A ?brincadeira? deixou o cão com queimaduras graves de terceiro grau nas patas, costas e peito.

Segundo a polícia, uma testemunha viu o momento em que Duarte colocou o cão para fora da caminhonete e o jogou em um beco em Van Nuys, na Califórnia.

A trágica história ganhou as páginas dos jornais e mobilizou vários investigadores para encontrá-lo.

O cão precisou de 7 meses para conseguir se recuperar. Ele foi adotado por um voluntário depois de ser entregue a instituição New Hope Rescue Team. O Pitbull precisou de várias cirurgias de reconstrução e enxerto de pele.

O dono do animal aguarda julgamento e enfrentará o tribunal nos próximos meses.


Foi preso o homem que amarrou fogos de artifício no corpo de um Pitbull e ateou fogo

Foi preso o homem que amarrou fogos de artifício no corpo de um Pitbull e ateou fogo

Foi preso o homem que amarrou fogos de artifício no corpo de um Pitbull e ateou fogo

Fonte: Jornal Ciência