Fonte oficial dos EUA diz que Paquistão ajudou a achar Bin Laden

Essas declarações são uma reação a informações publicadas neste sábado

Os serviços de inteligência paquistaneses deram informações aos Estados Unidos que foram úteis para a operação matou Osama bin Laden, disse uma fonte oficial americana neste sábado.

"Os paquistaneses não forneceram informação alguma sobre Bin Laden, mas forneceram algumas informações que ajudaram os Estados Unidos a obterem a imagem do conjunto residencial" onde estava o líder da Al-Qaeda, disse a fonte que pediu para não ser identificada. "Foi uma operação americana", acrescentou.

Essas declarações são uma reação a informações publicadas neste sábado pelo jornal The Washington Post que citou agentes dos serviços secretos paquistaneses (ISI). Os membros do ISI afirmam que foram eles que forneceram as informações decisivas para que Bin Laden fosse encontrado. "A informação veio de nós", declarou sob anonimato um alto oficial dos serviços secretos paquistaneses ao Washington Post.

O criador da Al-Qaeda foi morto no dia 2 de maio do ano passado em uma operação secreta americana na cidade de Abbottabad, ao norte da capital do Paquistão. "Todos os golpes contra a Al-Qaeda executados em diferentes lugares do mundo foram efetuados com a nossa ajuda", acrescenta outro oficial da inteligência paquistanesa ao Post.

Após o anúncio da morte de Bin Laden, o presidente americano, Barack Obama, considerou "importante levar em consideração que a cooperação no combate ao terrorismo com o Paquistão ajudou a chegar a Bin Laden e ao complexo residencial em que se escondia".

Fonte: Terra, www.terra.com.br