Irmãos tibetanos são mortos por forças de segurança da China

Os dois participaram em 23 de janeiro no distrito de Luhuo em uma manifestação violentamente reprimida, na qual a polícia matou um participante

As forças de segurança da China mataram dois irmãos tibetanos procurados pelas autoridades por terem participado de uma manifestação contra Pequim, informou a organização Radio Free Asia (RFA).

Segundo a RFA, uma emissora americana que transmite informações em tibetano, Yeshe Rigsal, um monge, e seu irmão, morreram na quinta-feira, na província de Sichuan.

Os dois participaram em 23 de janeiro no distrito de Luhuo em uma manifestação violentamente reprimida, na qual a polícia matou um participante.

A RFA também anunciou que outro monge tentou imolar-se ao longo da região chinesa de Qinghai, povoada por inúmeros tibetanos, uma informação confirmada pela ONG Free Tibet.

Ao menos 18 tibetanos, em sua maioria monges budistas, se imolaram ou tentaram se imolar em menos de um ano nas zonas tibetanas chinesas.

Fonte: G1