Forte tremor mata ao menos 12 e derruba vidraças em Mianmar

Forte tremor mata ao menos 12 e derruba vidraças em Mianmar

Sismo atingiu norte do país e foi sentido na Tailândia.

Pelo menos 12 pessoas morreram e 34 ficaram feridas por causa de um terremoto de magnitude 6,8 na escala Richter que sacudiu neste domingo (11) o norte de Mianmar (antiga Birmânia), informou a imprensa local.

A potência do terremoto foi sentida em Bangcoc, capital da vizinha Tailândia, onde os prédios altos balançaram durante vários segundos, e na cidade tailandesa de Chiang Mai. Quatro mortes foram registradas no distrito de Kyauk Myaung, situado nos arredores da cidade de Shwebo, localizada a 113 quilômetros ao noroeste da cidade de Mandalay, entre os rios Mu e Irrawaddy.

A polícia local informou à emissora de rádio ?Eleven News? que pelo menos quatro vítimas fatais eram operários que trabalhavam na reconstrução da ponte de Yatanar Teinga, cuja estrutura ruiu por causa do tremor. Outros dois mortos foram achados em Kyauk Myaung sob os cascalhos de um mosteiro budista que ficou parcialmente destruído.

As autoridades da região de Sagaing, na qual moram cerca de 6,6 milhões de pessoas, disseram que além de na capital regional de mesmo nome e na cidade de Shwebo, o terremoto também causou danos em dezenas de edifícios de outras localidades.

Ao primeiro tremor, ocorrido por volta das 7h30 (horário local), seguiu cerca de 20 minutos depois uma réplica de 5,5 graus de magnitude com epicentro a dez quilômetros de profundidade e 81 quilômetros ao norte de Mandalay, a segunda maior cidade do país e situada cerca de 570 quilômetros ao norte de Yangun, a antiga capital do país. Na cidade e no distrito de Mandalay habitam cerca de 1,3 milhão de pessoas. Por volta das 11h (horário local), um terceiro tremor de 5,8 graus de magnitude atingiu Mianmar.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês) informou que o epicentro do tremor foi localizado a 9 km de profundidade, 116 km ao norte da cidade de Mandalay e a 130 km ao nordeste da cidade de Monywa.

O terremoto ocorreu quando o governo birmanês, com sede em Naypyidaw e a 320 quilômetros ao sul, faz os últimos preparativos para receber, no fim da próxima semana, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que será o primeiro líder americano a visitar o país.

Fonte: G1