Fortes chuvas deixam ao menos 21 mortos e 50 desaparecidos na China

Região mais afetada é Sichuan, onde 12 pessoas já morreram.

Pelo menos 21 pessoas morreram e 50 estão desaparecidas por causa dos fortes temporais que, desde o último domingo (7), afeta o centro e o sudoeste da China, segundo os dados provisórios do Ministério de Assuntos Civis divulgados nesta quinta-feira (11) pela agência oficial "Xinhua".


Fortes chuvas deixam ao menos 21 mortos e 50 desaparecidos na China

As inundações e deslizamentos de terras provocados pelas fortes chuvas, acompanhadas em algumas ocasiões de granizo, afetaram até o momento 1,67 milhões de pessoas, informou o ministério.

Em Sichuan (sudoeste), uma das províncias mais castigadas pelas chuvas, 12 pessoas morreram e 48 estão desaparecidas por causa das inundações, que também provocaram o desabamento de três pontes.

Mais de 80 mil pessoas foram afetadas e 10 mil tiveram que ser retiradas de suas casas após as fortes chuvas na cidade de Wenchuan, epicentro do terremoto que afetou Sichuan em maio de 2008 e que causou 87 mil mortes na ocasião.

Na vizinha província de Yunnan, quatro pessoas morreram na comarca de Suijiang, enquanto mais de 28,5 mil ficaram desabrigadas pelas chuvas. Por conta das fortes chuvas na região, mais de 5,8 mil casas foram destruídas.

Além disso, as autoridades informaram que na província central de Henan as inundações ocasionadas pelas chuvas torrenciais causaram quatro mortes.

O centro e sul da China sofrem a cada ano, especialmente nos meses de verão, com inundações e desastres naturais relacionados, os quais chegaram a causar 4 mil mortos em 2010, o número mais alto em uma década, segundo os dados oficiais.

Fonte: G1