Mulher de bilionário russo causa grande polêmica ao posar sentada sobre boneca negra seminua

Foto foi feita para site de moda e postada no Dia de Martin Luther King


Foto foi feita para site de moda e postada no Dia de Martin Luther King
Uma imagem fashion ou preconceituosa? A mulher do bilionário russo Roman Abramovich, Dasha Zhukova, provocou uma grande polêmica na internet após uma revista digital ter publicado uma foto dela sentada em uma cadeira. A questão é que o móvel se assemelha a uma mulher negra seminua. E mais: a imagem foi ao ar na última segunda-feira, no Dia de Martin Luther King, que é sempre celebrado nos Estados Unidos na terceira segunda-feira do mês de janeiro, data próxima ao aniversário do célebre líder que lutou pelos direitos civis dos negros americanos.

O site "Buro 24/7" usou a imagem de Dasha para ilustrar uma entrevista sobre a nova revista da ex-modelo, chamada "Garage". A editora da "Buro 24/7", Miroslava Duma, uma das mais famosas blogueiras e it-girls da Rússia, também postou a foto controversa no Instagram. Diante da enxurrada de comentários criticando a imagem, ela rapidamente retirou o post do ar, segundo informou o jornal britânico "Daily Mail".

"Isso é incrivelmente racista", twitou a Organizing for Women"s Liberation (Organização pela Liberdade da Mulher).

A editora do portal "FashionBombDaily.com", Claire Sulmers, foi uma das primeiras a expressar a sua indignação, alegando que a mensagem da foto era surpreendentemente clara: "Dominação branca e superioridade, articulada de forma aparentemente serena, mas abertamente degradante".

Depois da polêmica, Miroslava Duma postou em seu Instagram um pedido de desculpas a "todos que se sentiram ofendidos": "Não foi absolutamente nossa intenção. Nós somos contra o racismo, a desigualdade de gênero ou qualquer ato que infrinja os direitos de qualquer pessoa. (...) A cadeira da foto deveria ser vista apenas como uma obra de arte que foi criada pelo artista pop britânico Allen Jones e não como uma forma de discriminação".

Dasha também divulgou um pedido de desculpas que dizia: " (...) nós lamentamos termos utilizado essa cadeira para uma foto fora do contexto da obra do artista Allen Jones. E a situação foi agravada pelo fato de que a publicação coincidiu com o Dia de Martin Luther King. Eu absolutamente não tolero racismo e peço desculpas a todos os ofendidos por essa foto. A "Garage" tem um compromisso com o respeito à diversidade étnica e de gênero, e vamos continuar com esses princípios".

Na imagem, um manequim extremamente realista está nu exceto por um par de botas de couro, uma calcinha preta, um cinto e luvas. A boneca aparece deitada, com os joelhos dobrados, e sustentando com as pernas uma almofada na qual Dasha está sentada.

Fonte: Globo.com