Fotógrafa quase fica cega após bactéria em sua lente de contato provocar ulcerações na córnea

Lucy Garrod, uma fotógrafa de 27 anos, quase ficou completamente cega de um olho por conta de sua lente de contato

Lucy Garrod, uma fotógrafa de 27 anos, quase ficou completamente cega de um olho por conta de sua lente de contato.


Ela, que usava lentes desde os 15 anos, um dia desenvolveu uma úlcera conhecida como ‘abrasão corneana’, causada por uma infecção bacteriana que cresceu sob sua lente direita.

Tudo começou quando, em uma manhã, Garrod acordou com coceira e irritação em seu olho direito. Ela disse que sentia como se sua córnea tivesse inchado. Após um tempo, o olho já estava do tamanho de uma bola de golfe, e correu para o médico. Ele apenas receitou um colírio, pensando ser conjuntivite.

Poucos dias depois, seu olho continuava inchado e as dores maiores, por conta do medicamento inadequado, e então ela foi para o hospital, onde os testes revelaram a abrasão corneana. Os médicos disseram que a úlcera estava crescendo na superfície do olho, milímetros de distância do local que poderia torná-la permanentemente cega.

Ela passou uma semana no hospital, onde os médicos deram-lhe a notícia de que ela perderia parte da visão. Como resultado, ela temia não ser capaz de completar o último ano de sua faculdade de fotografia. Determinada a não desistir, formou-se com a honra de melhor aluna.

Felizmente, uma cirurgia a laser realizada posteriormente foi capaz de restaurar sua visão. Garrod, que vive em Londres, disse: “A cirurgia foi indolor e levou apenas alguns dias para cicatrizar. Eu estava nervosa, mas tudo acabou em um minuto e eu não senti nada. Depois que eu tirei minhas lentes, joguei-as fora, mas se eu tivesse guardado, eu poderia ter as enviado para descobrir qual era a bactéria presente e como ela causou a minha infecção. Acho que é difícil entender como uma lente de contato pode ter danificado tanto meu olho. Eu fiz tudo certo, mas ainda assim quase perdi minha visão".

A abrasão da córnea, geralmente, é resultado de uma lesão na superfície do olho. As causas comuns, geralmente, incluem arranhão de unha, pequenos cortes por grãos de areia e esfregar o olho excessivamente. Também pode ser causada por certas doenças oculares, incluindo tracoma, uma infecção bacteriana.

As lesões também podem ser causados ​​pela lente de contato, ao serem colocadas e removidas do olho. Abrasões são muito dolorosas, porque há muitos nervos que suprem a córnea. Se a abrasão envolver a parte central da córnea, a visão pode, também, ser temporariamente afetada.

Além da dor, o olho fica lacrimejando, vermelho e sensível à luz. Se o olho tornar-se cada vez mais vermelho ou doloroso após o tratamento, ou a visão ficar muito turva, o ideal é consultar um oftalmologista novamente ou ir ao pronto-socorro.

 

Fonte: DailyMail