Fotógrafo arrisca a vida ao lado das criaturas perigosas do mar

"A fotografia submarina é muito desafiadora", afirma o fotógrafo americano

O fotógrafo Brian Skerry arrisca a vida nadando ao lado de algumas das criaturas mais perigosas do mar, como baleias gigantes, arraias com agulhões venenosos e tubarões conhecidos como "devoradores de humanos".

Skerry, de 50 anos, diz ser "um explorador do oceano" e ter se sentido atraído pelo ambiente marinho desde adolescente. Ele comprou a primeira câmera submarina aos 15 anos.

"A fotografia submarina é muito desafiadora, porque você não pode usar uma lente telescópica, precisa chegar muito perto de seus objetos, a luz é complicada e você está trabalhando em um ambiente desconhecido", explica.

Skerry diz acreditar que a maioria dos animais que fotografa tem "curiosidade" sobre ele. "O animal permite que você chegue muito perto dele, tolera você. Espero que eu não dê uma impressão intimidadora."

O fotógrafo americano chega a passar até três meses em um local, explorando e fotografando diversas espécies marinhas. Ele diz sentir um "medo saudável" dos animais e pesquisar sobre seu comportamento antes dos mergulhos.









Fonte: G1