Fotos mostram Paul Walker em Porsche antes de veículo colidir com poste e árvore e pegar fogo

Fotos mostram Paul Walker em Porsche antes de veículo colidir com poste e árvore e pegar fogo

Segundo legista, ele sofreu "lesões traumáticas e térmicas".

Fotos mostram o ator Paul Walker antes do acidente que o matou, divulgou a Agência Estado, nesta segunda-feira (9). Walker morreu em 30 de novembro aos 40 anos quando o carro no qual estava, um Porsche Carrera GT, pegou fogo ao se chocar em um poste e uma árvore.

Os primeiros indícios apontam que o automóvel que seu amigo Roger Rodas pilotava, um empresário e piloto de corridas de 38 anos oriundo de Santa Ana (El Salvador), trafegava em grande velocidade, embora as causas do acidente estejam sendo investigadas. A autópsia revelou que Walker não morreu na hora, como ocorreu com Rodas, mas como consequência dos traumatismos e das queimaduras causadas pelo impacto.

A morte de Walker obrigou a Universal Studios a suspender indefinidamente a produção da sétima parte de "Velozes e furiosos". O filme tinha como data prevista de estreia o dia 11 de julho de 2014 e a gravação ainda não tinha sido concluída. Walker interpretava um dos personagens principais do filme, Brian O"Conner.

Resultado da autópsia

O departamento de polícia de Los Angeles informou que Walker morreu por ferimentos após "lesões traumáticas e térmicas" decorrentes do impacto e explosão no acidente. A autópsia esclareceu que ele não morreu apenas com o impacto do acidente. O ator foi queimado até a morte, segundo o laudo. Rodas morreu de múltiplas lesões traumáticas sofridas no momento da batida.

O legista Ed Winter garantiu que resultados toxicológicos serão divulgados em seis a oito semanas. Segundo ele, em relato ao jornal "Los Angeles Times", os dois morreram "em questão de segundos".

Os dois só foram reconhecidos por causa dos registros das arcadas dentárias. Ainda não foram revelados os detalhes da causa do acidente. A polícia já havia descartado a hipótese de que Walker estivesse em um racha quando o carro bateu. Um comunicado relatou que o Porsche Carrera GT era o único carro no local naquele momento.

"A velocidade foi um fator no acidente", disse o gabinete do xerife de Los Angeles à rede CNN. Um comunicado das autoridades afirmou que o resgate chegou quando o veículo ainda estava pegando fogo. Após apagarem as chamas, os bombeiros encontraram dois ocupantes, que foram declarados mortos no local. Walker e Rodas estavam a 140 km/h, segundo fontes que investigam o caso, ouvidas pela revista "People".

O site da Reach Out Worldwide afirmou que o evento do sábado, no qual Walker estava antes de morrer, era destinado a beneficiar as vítimas do tufão Haiyan, nas Filipinas. O ator criou a entidade em 2010 para ajudar pessoas afetadas por catástrofes naturais.

Homenagens

Vin Diesel passou na noite da segunda-feira (2) pelo local do acidente. Ele era parceiro de cena na franquia de filmes "Velozes e furiosos" e agradeceu aos fãs que estavam no "memorial". Para fazer o discurso, durante o qual se referiu ao amigo como "irmão" e "um anjo no céu", ele usou o microfone de um carro de polícia.

"Eu só quero dizer a todos vocês que, se meu irmão estivesse aqui neste momento e visse todo este amor que vocês estão trazendo. Se ele pudesse ver por si mesmo todos vocês que apareceram para demostrar seu amor neste momento difícil...", afirmou Diesel.

Roubo de peça do carro

Jameson Witty, de 18 anos, acusado de roubar um pedaço do painel do teto do Porsche destruído no acidente que matou Walker, pediu desculpas pela atitude, e afirmou que tinha a intenção de levar o destroço como lembrança. "Queria dizer que minhas intenções para pegar o pedaço do caminhão de reboque eram de fazer um memorial daquilo", escreveu o jovem em uma carta publicada em seu perfil no Instagram, na qual se declarou fã de Walker desde a infância.

Witty negou que tivesse intenções de vender a peça, e que apenas havia cometido um erro. "Minhas profundas desculpas à família de Paul. Digo com confiança que errei feio desta vez, mas continuarei em frente com a minha vida, como vocês também devem fazer", afirmou o rapaz. O jovem foi preso na sexta-feira (6) sob a acusação de ter roubado um painel do teto do carro no qual estavam Walker e Rodas. De acordo com o jornal "New York Post", uma segunda pessoa também está sendo investigada. Ambos podem ser indiciados por adulteração de provas e roubo.


Fotos mostram Paul Walker em Porsche antes de carro colidir com poste e árvore e pegar fogo

Fotos mostram Paul Walker em Porsche antes de carro colidir com poste e árvore e pegar fogo

Fonte: G1