Fukushima: água reciclada foi utilizada para esfriar reatores

Até agora, os técnicos tinham que injetar entre dois e três toneladas adicionais de água por hora para refrigerar os reatores.

A Tokyo Electric Power (Tepco), operadora da usina nuclear de Fukushima, deu um passo adiante para refrigerar os reatores ao conseguir que o sistema utilize unicamente água reciclada da própria unidade, informou neste a rede NHK.

Até agora, os técnicos tinham que injetar entre dois e três toneladas adicionais de água por hora para refrigerar os reatores, o que deixará de ser necessário se ficar demonstrado que o novo sistema funciona de forma estável com um circuito fechado.

Nas últimas duas semanas foram feitos vários testes para ativar o dispositivo para tratar a água radioativa, mas diferentes problemas, desde escapamentos a defeitos nas válvulas de descontaminação, impediam uma solução definitiva.

Nesse sábado, a Tepco instalou um depósito intermediário para regular o fluxo de água reciclada em circulação, ao mesmo tempo em que reforçou os encanamentos para evitar novos vazamentos.

Um funcionamento contínuo deste sistema representaria um grande avanço para o objetivo da operadora de levar os reatores à "parada fria" até janeiro de 2012. Os responsáveis de Fukushima estabeleceram o prazo do dia 17 de julho para completar a primeira etapa desse plano, que inclui a refrigeração estável de todas as unidades.

Segundo a Tepco, os problemas apresentados até agora pelo sistema de descontaminação, que utiliza tecnologia francesa e americana, se deveu em parte a erros humanos entre a pressão pela urgência da situação.

A central de Fukushima foi seriamente danificada pelo tsunami do dia 11 de março, que desencadeou a pior crise nuclear em 25 anos no Japão.

Fonte: Terra