Furacão Irene deixa 6 mortos na Costa Leste dos EUA

Na Flórida, a polícia do Condado de Volusia confirmou que um surfista morreu ao ser derrubado de sua prancha

O número de mortes causadas pelo furacão Irene, de categoria 1, foi elevado para seis em sua passagem pela Costa Leste dos Estados Unidos, informaram neste sábado as autoridades locais.

No estado da Virgínia, as autoridades confirmaram a morte de um homem no Condado de Brunswick após uma árvore cair sobre o seu carro, informa a TV NBC. Em Newport News, um menino de 11 anos morreu após uma árvore invadir o apartamento em que morava.

Na Flórida, a polícia do Condado de Volusia confirmou que um surfista morreu ao ser derrubado de sua prancha em New Smyrna Beach, onde surfistas se aglomeraram para aproveitar as grandes ondas formadas pela passagem do furacão.

Na Carolina do Sul, uma pessoa morreu em um acidente de trânsito no condado de Pitt e outra perdeu a vida em consequência de um ataque cardíaco enquanto pregava tábuas para proteger sua casa da tempestade, segundo indicou a emissora de televisão NBC.

Anteriormente, as autoridades haviam confirmado a morte de um homem na do Condado de Nash quando um galho de uma árvore de grande porte o atingiu.

As previsões do Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) indicam que o furacão se deslocará em direção ao norte ao longo da costa atlântica dos EUA, e afetará Washington e o Estado de Nova Jérsei nesta noite e Nova York na madrugada de domingo.

Em Nova Jérsei, o governador Chris Christie ordenou a evacuação de mais de 1 milhão de pessoas. O prefeito de Nova York, Michal Bloomberg, ordenou que 370 mil pessoas deixassem as partes baixas e costeiras da cidade e alertou a população para "levar a sério" o fenômeno.

Fechamento de aeroportos

Companhias aéreas do mundo inteiro cancelaram ou adiaram neste sábado os vôos com destino à costa leste dos Estados Unidos devido à aproximação do furacão Irene, enquanto as autoridades americanas decidiram fechar os aeroportos de Nova York. A decisão afetou os aeroportos de La Guardia, John F. Kennedy International e Newark, revelou à AFP o porta-voz da autoridade aeroportuária de Nova York e Nova Jersey.

Além disso, a circulação dos trens foi interrompida em toda a região leste dos Estados Unidos, assim como os transportes públicos de Nova York.

Cortes de telefone

Em torno de 12.000 linhas telefônicas ficaram sem serviço nos estados de Carolina do Norte e Virgínia, na costa leste dos Estados Unidos, devido ao furacão Irene, informou neste sábado a Comissão Federal de Comunicações (FCC, da sigla em inglês).

Fonte: Terra