Garota virtual leva pedófilo à prisão na Austrália

Garota virtual se apresentava a pedófilos na internet como filipina de 9 anos de idade


O australiano Scott Robert Hansen, de 37 anos, foi condenado a um ano de prisão por manter conversas obscenas com crianças via internet. Hansen foi pego por meio de Sweetie, uma garota virtual filipina de 9 anos de idade.

Sweetie é operada pela equipe da ONG Terre des Hommes (TDH) a partir de Amsterdam, na Holanda. A ONG usou câmeras e computadores para criar a garota virtual, que se infiltra em chats da internet para arrancar dados pessoais de pedófilos e depois repassá-los a polícia de seus respectivos países.

Em 2013, Sweetie interagiu via internet por 10 semanas com dezenas de milhares de pedófilos oriundos de 72 países. Hansen foi a primeira pessoa presa graças aos esforços da garota e de seus criadores. O australiano já havia sido condenado outras vezes por pedofilia. A primeira delas em 1995, segundo o site news.com.au.

"O juiz considerou que a ofensa era similar ao que poderia ser feito contra uma criança real", afirmou em nota divulgada no site da TDH Raffaele Salinari, presidente da ONG. Com Sweetie, a TDH quer combater o crescimento do turismo sexual envolvendo crianças realizado via internet.

De acordo com a ONG, dezenas de milhares de crianças ao redor do mundo são vítimas da prática. Segundo estimativas das Nações Unidas e do FBI, cerca de 750 mil pedófilos estão usando a internet para isso neste exato momento.

Fonte: exame.com