Garoto de 11 anos retira tumor gigante de pescoço e aguarda novos tratamentos nos EUA

O garoto conviveu com o tumor durante quase toda sua vida.

O menino mexicano que foi operado no estado do Novo México, nos EUA, para a retirada de um tumor gigante na região do pescoço, agora está se recuperando e vivendo em um subúrbio de Albuquerque, segundo a agência Associated Press.

José Antonio Ramírez Serrano, de 11 anos, está vivendo com sua família em uma casa alugada graças a doações de membros da igreja que frequentam, segundo informações de Kristean Alcocer, da Primeira Igreja Batista de Rio Rancho.

A comunidade ajudou a família a comprar uma caminhonete usada também. "Ao pai, deram um visto de trabalho de um ano", disse Alcocer. "Está agradecido pela ajuda financeira que recebeu, mas quer poder trabalhar para sua família."

No ano passado, os médicos do Hospital da Universidade do Novo México, em Albuquerque, removeram um terço do tumor de José.

Linfagioma

O garoto conviveu com o tumor durante quase toda sua vida. Esse tipo de tumor, chamado de linfangiomas, são malformações do sistema linfático que criam tumores grandes na superfície da pele.

Membros da igreja notaram o garoto andando por uma rua do bairro pobre de Anapra, em Juarrez, há dois anos e souberam que a família estava lutando para conseguir um tratamento no México, sem sucesso.

O paciente foi trazido para o Novo México em julho de 2012 com vistos humanitários com o propósito de obter tratamento médico nos EUA, segundo Alcocer.



Fonte: G1