Governo da Itália desistirá de usar a energia nuclear

País havia desistido de seu programa nuclear após desastre de Chernobyl

O governo da Itália anunciou nesta terça-feira (19) ter apresentado emenda a uma lei examinada no Parlamento para pôr fim a seu programa de volta à energia nuclear, esclarecendo que pretende definir uma "nova estratégia energética nacional".

Os acidentes na central de Fukushima no Japão reforçaram a oposição à energia atômica na Itália.

Um referendo, promovido pela oposição, será registrado nos dias 12 e 13 de junho na Itália para dizer SIM ou NÃO ao programa de volta ao nuclear.

A energia atômica havia sido abandonada no país em 1987, também por referendo, após a tragédia de Chernobyl.

Fonte: g1, www.g1.com.br