Governo socialista reconhece vitória do Partido Popular na Espanha

Mariano Rajoy, que se opõe a Zapatero, deve governar o país. Partido Popular obteve cerca de 43,61% dos votos e maioria no parlamento.

O candidato socialista ao governo espanhol, Alfredo Pérez Rubalcaba, reconheceu neste domingo (20) a derrota do Partido Socialista Trabalhador Espanhol (PSOE) nas eleições gerais da Espanha e parabenizou, pela vitória, o opositor Partido Popular (PP).


Governo socialista reconhece vitória do Partido Popular na Espanha

"Claramente perdemos as eleições", lamentou Rubalcaba na sede central do PSOE (Partido Socialista Operário Espanhol), em Madri, após conhecer os resultados parciais das eleições.

Com 88,7% dos votos contados, o conservador Partido Popular venceu as eleições com 44,4% dos votos e 186 deputados, o que constitui uma ampla maioria absoluta, contra 28,6% dos votos e 110 deputados socialistas.

"Conversei com Mariano Rajoy para transmitir meus cumprimentos e lhe desejar sorte na importante responsabilidade que vai assumir" como futuro líder de governo, acrescentou Rubalcaba.

O ex-número dois do derrotado governo socialista espanhol, afirmou que como oposição, "vamos trabalhar com todas as forças para conseguir a recuperação da economia e do emprego".

A primeira pesquisa de boca de urna publicada neste domingo, na Espanha, confirma o favoritismo do Partido Popular (PP), de direita, nas eleições. A vitória leva Mariano Rajoy, que faz oposição ao atual presidente do governo José Luis Rodríguez Zapatero, ao principal cargo na política do país.

Segundo a pesquisa da TNS Demoscopia, publicada pela rede de televisão pública TVE, o PP obteve cerca de 43,5% dos votos, o que renderá entre 181 e 185 assentos na câmara dos deputados e garantirá a maioria absoluta no sistema parlamentarista espanhol.

Fonte: G1