Grupo explode hidroelétrica na Rússia

Grupo explode hidroelétrica na Rússia

Invasores mataram dois guardas e feriram dois operadores.

Duas pessoas morreram e outras duas ficaram feridas após explosões na usina hidroelétrica de Baksan, em Kabardino-Balkariano, Cáucaso russo, na madrugada desta quarta-feria (21). As explosões aconteceram na sala das máquinas da central, e provocaram um incêndio.

A Procuradoria-Geral da Rússia informou que as explosões foram provocadas por um ataque terrorista. ?Os bandidos invadiram o complexo, mataram dois guardas e feriram dois operadores na sala das máquinas da central elétrica. Depois, colocaram cargas explosivas?, afirmou um porta-voz.

De acordo com as autoridades, quatro cargas explosivas foram armadas: três explodiram, e uma foi desarmada por especialistas do serviço de segurança.

Segundo o Comitê Nacional Antiterrorista (CNA), que investigou as instalações, as explosões destruíram três geradores e outros equipamentos menores.

Após o ataque, o CNA anunciou que vai reforçar a segurança em todas as hidrelétricas no sul do pais.

As autoridades informaram que as explosões não afetaram a represa de 25 megawatts de potência, construída entre 1930 e 1936. O Ministério para Situações de Emergência da Rússia declarou que a população das regiões próximas à represa nada tem a temer.

Os grupos armados islamitas que atuam na região tinham ameaçado em várias ocasiões lançar ataques contra infraestruturas estratégicas russas, incluindo as centrais hidroelétricas.

Fonte: g1, www.g1.com.br