Guerra civil matou mais de 130 mil em quase 3 anos na Síria, diz organização

Mais de 46 mil dos mortos são civis, segundo entidade ligada à oposição. Conflito já dura quase 3 anos e provocou crise humanitária e de refugiados.

Mais de 130 mil pessoas morreram desde o começo da guerra civil da Síria, há quase três anos, informou nesta terça-feira (31) o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Segundo a ONG ligada à oposição, 130.433 pessoas morreram desde o começo do conflito, entre elas 46.266 civis.

Entre os mortos, há mais de 7.000 crianças e mais de 4.600 mulheres, segundo a ONG.

A entidade afirmou ainda que 52.290 combatentes partidários do contestado presidente Bashar al-Assad perderam a vida, assim como 32 mil soldados regulares e 262 reforços do movimento xiita libanês Hezbollah.

Do lado rebelde, a organização fala de 29.083 mortos, entre eles 6.913 combatentes de grupos jihadistas como o Estado Islâmico do Iraque e Levante.

O OSDH informou sobre a morte de outras 2.794 pessoas sem identificar.

O conflito na Síria começou em março de 2011, depois de manifestações pacíficas que resultaram em uma sangrenta guerra civil.

A ONG, ligada à oposição e com sede em Londres, recolhe informação de uma extensa rede de civis, médicos e militares que estão no meio do conflito, que gerou uma crise humanitária e de refugiados no país.

Fonte: G1