Hacker rouba oito milhões de dados pessoais na Internet por desafio intelectual, diz jornal

Hacker rouba oito milhões de dados pessoais na Internet por desafio intelectual, diz jornal

Um dos programas utilizados pelo hacker copiou 200 mil contas registradas no serviço de pagamentos online PayPal.

Edward Pearson, hacker britânico que adquiriu oito milhões de dados pessoais na Internet, foi condenado a dois anos e meio de prisão em York, na Inglaterra. O criminoso usou um cavalo de troia para invadir computadores e fazer o download de informações sobre cartões de crédito, endereços, nomes e datas de nascimento de mais de oito milhões de britânicos. Segundo informações do jornal Daily Mail, a fraude poderia ter gerado um total de £ 800 mil, cerca de R$ 2,4 milhões.

Um dos programas utilizados pelo hacker copiou 200 mil contas registradas no serviço de pagamentos online PayPal. Considerado ?extremamente inteligente?, Pearson admitiu ter cometido o crime. Sua motivação? ?Um desafio intelectual?. O rapaz foi detido após seu nickname, G-Zero, ser rastreado por autoridades, que logo conseguiram recuperar dados de 8.110.474 pessoas que acabaram caindo no golpe.

A namorada do rapaz, Cassandra Mennim, também foi detida após usar dados de um dos cartões de crédito roubados para se hospedar em um hotel de luxo. Pearson também teria invadido sistemas da Nokia e da AOL para conseguir informações dos empregados destas empresas. No julgamento, seu advogado tentou alegar que o hacker não utilizou o seu conhecimento para enriquecer ou fraudar dados das pessoas, porém o argumento não foi o bastante.

Pearson acabou sendo condenado a passar dois anos e meio na prisão por conta de ?fraudes sofisticadas e planejadas?. Uma curiosidade: segundo a polícia, se todos os dados que foram roubados pelo hacker fossem imprimidos em folhas de papel no tamanho A4, seriam necessárias 67.500 delas.

Fonte: Tech Tudo