"Herói" de sequestro foi preso 3 vezes por violência doméstica

"Herói" de sequestro foi preso 3 vezes por violência doméstica

Americano ajudou na libertação de Amanda Berry e outras duas pessoas.

O lavador de pratos Charles Ramsey, de 43 anos, apontado como o ?herói? que ajudou a libertar três mulheres sequestradas em Cleveland, no estado de Ohio (EUA), possui uma ficha na polícia com histórico de violência doméstica, e chegou a ser preso três vezes após consecutivos incidentes nos quais teria agredido a mulher.

O site ?The Smoking Gun? reuniu documentos policiais que mostram as queixas prestadas pela ex-esposa, que datam entre fevereiro de 1997 e janeiro de 2003, seguido de um pedido de divórcio de Rochelle Ramsey em setembro do mesmo ano.

Após a primeira agressão, Charles teria sido colocado em estado probatório por um ano por um juiz da Corte Municipal de Cleveland, porém teria agredido a esposa em 1998, antes do estabelecimento da primeira acusação, o que fez com que o homem fosse preso por violência doméstica e violação da ordem judicial.

Considerado culpado de ambos os casos, o americano foi condenado a seis meses de prisão e cinco anos de condicional, além de ser obrigado pelo juiz a frequentar um programa de prevenção de violência doméstica.

Mesmo assim, Charles foi preso mais duas vezes como ?reincidente? por agressões ocorridas em 1998 e 2003, quando Rochelle pediu uma ordem de restrição, que foi emitida pelo juiz, proibindo o homem de se aproximar da mulher e seus dois filhos - uma garota hoje com 15 anos e um menino fruto de um relacionamento anterior da mulher. Em sua última passagem pela prisão, Charles passou oito meses na cadeia, e foi solto em liberdade assistida?.

Divorciada do americano desde 2003, Rochelle contou que tinha conflitos constantes com Charles e descreveu o ex-marido em uma entrevista como ?grosseiramente negligente? e ?extremamente cruel?. Apesar de o homem ter pedido desculpas pelas agressões, Rochelle afirma que o ex-companheiro nunca pagou a pensão determinada no divórcio, que seria de US$ 51 mensais.

De acordo com o ?The Smoking Gun?, Charles também teria sido preso por um ano outras duas vezes por acusações de abuso de drogas, invasão e receptação.

Fonte: G1