Holandês ajuda mulheres a ter filhos por meio natural e já tem 99

Holandês ajuda mulheres a ter filhos por meio natural e já tem 99

Historiador de 45 anos ajuda, do jeito tradicional, mulheres a realizar desejo de gerar uma criança.

Na Holanda, vive um homem que não é exatamente um galã, mas que tem um currículo impressionante: 99 filhos, com várias mulheres, espalhados pelo mundo. E a explicação dele para tantos filhos é simples: generosidade.

Além de evitar a frieza dos centros de reprodução, ele também gosta de manter o contato com as crianças.

Cinco mulheres, em cinco países diferentes, estão esperando filhos de Ed Houben neste momento. Todas engravidaram no quarto, onde, segundo o holandês grandalhão, a mágica acontece.

Ed Houben é um historiador de 45 anos que trabalha como guia turístico na cidade de Maastricht, na Holanda. Nas horas livres, ele ajuda mulheres a realizar o desejo de gerar uma criança. Do jeito tradicional. Ou seja, dormindo com elas.

O adorável Tom, de 2 anos, é uma dessas criações. A mãe, Mona, é homossexual. E sempre sonhou engravidar, mas não queria uma experiência artificial. ?Eu achava importante ver, conversar, sentir o cheiro, tocar a pessoa?, ela diz.

E se a mulher for heterossexual e tiver um marido, não vai dar ciúmes? ?Não, porque ele também quer muito aquele filho. Pai é quem cria?, diz Ed Houben.

Ed entrou em uma clínica de fertilização, pela primeira vez, depois que um casal amigo desistiu de tentar engravidar. ?Aquilo me marcou. Pessoas tão boas mereciam ser pais?, ele conta.

Na época, as doações de sêmen na Holanda eram anônimas. Mas a lei mudou em 2004. E a obrigação de revelar a identidade fez com que muitos homens parassem de doar. Foi aí que Ed passou a oferecer uma doação diretamente às mães.

E ao contrário do que muita gente imagina, Ed não cobra nada por isso.

?Não sou um cara rico, mas me parece errado pedir dinheiro em troca de um gesto tão humano?, conta Ed.

No meio da conversa com a equipe do Fantástico, Ed recebe um email. É de uma ucraniana de 34 anos. E ela diz: ?Caro Ed, li sobre você na internet e decidi entrar em contato. Quero muito ter um filho. Sou saudável mas ainda não encontrei o homem da minha vida. Posso te providenciar fotos e até resultados de exame de sangue?.

A saúde é uma grande preocupação. Ed faz exames de doenças sexualmente transmissíveis há cada seis meses e exige o mesmo das mulheres.

Até que a conversa foi interrompida de novo. Depois da Ucrânia, uma outra mensagem chega no Facebook do Ed, dessa vez da China.

Mas porque a mulherada procura tanto esse holandês que está longe de ser um símbolo sexual? Ed garante que a quantidade e a qualidade dos espermatozoides que ele produz são acima da média.

E afinal, quantos filhos já estão espalhados pelo mundo? ?Pelo que sei, 99 bebês nasceram com saúde nos últimos 12 anos?, revela Ed.

Fazendo as contas, são oito crianças por ano. Mas este número total pode ser ainda maior. Antes de virar doador particular, ele fazia doações para uma clínica que estava autorizada a fazer 25 inseminações com o sêmen dele. Isso significa que é possível que Ed tenha 124 filhos.

Apesar de a casa já estar cheia de porta retratos de crianças, ele sonha, um dia, em ter a própria família. ?Quero muito encontrar uma parceira para o resto da vida?, afirma Ed.

Fonte: Fantástico