Hollande faz anúncio sobre libertação de francês sequestrado na Nigéria

Hollande não ofereceu detalhes sobre as condições da libertação de Collomp

O presidente da França, François Hollande, anunciou neste domingo a libertação do cidadão francês François Collomp, sequestrado na Nigéria desde 20 de dezembro de 2012.

"O presidente expressa toda sua gratidão às autoridades da Nigéria, com as quais a França cooperou estreitamente, por seu trabalho decisivo", informa um comunicado do Palácio do Eliseu, sede da presidência.

Hollande não ofereceu detalhes sobre as condições da libertação de Collomp, um engenheiro de 64 anos que trabalhava para a companhia Vergnet, especializada em energias eólicas e outras renováveis, quando foi sequestrado na cidade de Rimi, ao norte da Nigéria O grupo Ansaru, vinculado aos extremistas islâmicos nigerianos de Boko Haram, se atribuiu rapidamente o sequestro de Collomp, que justificou pela "posição do governo francês e dos franceses contra o Islã e contra os muçulmanos".

O anúncio da libertação de Collomp acontece dois dias depois de um sacerdote francês, de 42 anos, ter sido raptado no norte de Camarões e aparentemente transferido à Nigéria em um sequestro reivindicado pelo Boko Haram.

Fonte: Terra