Homem chama polícia por ser proibido de usar o Facebook

Homem chama polícia por ser proibido de usar o Facebook

O objetivo de Doyle era que a polícia resolvesse o problema.

O americano Doyle Hardwick foi condenado esta semana por um crime bastante inusitado. Ele foi acusado de usar indevidamente o serviço de emergência ao ligar para a polícia e dizer que a mulher, Julie Hardwick, não queria dormir e deixá-lo sozinho para acessar o Facebook. O caso aconteceu em setembro de 2011 na Flórida.

O objetivo de Doyle era que a polícia resolvesse o problema. Assim que os policiais chegaram na casa foi identificado um moderado teor alcoólico no casal. Doyle foi sentenciado a 60 dias na cadeia.

As autoridades afirmaram que aquele não era o primeiro incidente do homem com a polícia. Ele já tinha sido acusado e sentenciado, em 2010, por reclamar dos maus hábitos dos vizinhos. Ao que parece, algumas lições são mais difíceis de serem aprendidas.

Fonte: techtudo.com.br