Homem confessa intenção de matar Príncipe Harry e é preso na Inglaterra

Na ocasião o tamborileiro Lee Rigby foi morto e decapitado por morto por dois ingleses a

Um britânico de 30 anos foi preso neste domingo (02) na Inglaterra após se entregar aos policiais e confessar sua intenção de matar o Príncipe Harry. Seguidor do Islão, Ashraf Islam havia ameaçado um dos herdeiros do trono real na quinta-feira (23) e já era investigado pelo grupo anti-terrorismo da polícia inglesa. Defensor das intervenções militares dos Estados Unidos e Inglaterra no Oriente Médio, Harry já havia tido sua segurança reforçada após o brutal assassinato de um militar em Woolwich, no sudoeste de Londres.

Na ocasião o tamborileiro Lee Rigby foi morto e decapitado por morto por dois ingleses a poucos metros de sua base. Rigby usava uma camiseta do Help for Heroes (ajuda para os heróis, em inglês), uma ONG inglesa feita para ajudar militares e ex-militares britânicos feridos em batalhas.

Uma fonte da família real disse ao jornal inglês Mirror que a prisão de Ashraf foi um alívio, mas que a segurança de Harry continuará reforçada por ele "continuar a ser um alvo, por diferentes razões". Terceiro na linha de sucessão, Harry deu declarações polêmicas após lutar por duas vezes no Afeganistão. O príncipe comparou sua ação no Oriente Médio (onde pilotou um helicóptero Apache) a um videogame e confirmou que foi responsável por uma ou mais mortes durante a incursão militar.

Fonte: r7