Jovem conhecido como ‘Homem Elefante’ pensa em se casar após fazer operação

Jovem conhecido como ‘Homem Elefante’ pensa em se casar após fazer operação

O rapaz de 26 anos sofre de uma condição genética chamada neurofibromatose.

O indiano Lalit Ram sempre sonhou em casar e ter filhos. Mas perdeu a conta das vezes que foi rejeitado por possíveis futuras esposas. Sacerdotes locais chegaram a dizer que o indiano nunca conseguiria se casar, por causa da aparência.

O jovem de 26 anos sofre de uma condição genética chamada neurofibromatose, o que provoca o desenvolvimento de grandes tumores no rosto. Por causa da doença, Lalit ganhou o apelido de “Homem Elefante” e é hostilizado por muitos vizinhos.

O indiano contou que chegou a tentar cometer suicídio, tomando veneno de rato. Mas há pouco tempo, voltou a sonhar com a possibilidade de formar uma família. Isso porque especialistas ofereceram uma cirurgia gratuita para solucionar o problema de Lalit. “Eu nunca havia mostrado meu rosto a um médico até agora porque não tenho dinheiro.

As pessoas me disseram que nada poderia ser feito no meu caso”, contou, segundo o jornal “The Sun”. De acordo com o médico Vivek Kumar, que vai liderar a operação de Lalit, o jovem não pode ser curado, mas os sintomas da doença (os tumores) podem ser operados. “É um caso grave”, avaliou ele.

A operação será realizada no Hospital Sir Ganga Ram, em Nova Déli, por uma equipe de médicos de diversas especialidades. Mas, de acordo com Vivek Kumar, Lalit ainda corre o risco de ficar cego, se a órbita for afetada. Os cirurgiões se preocupam também com a audição do paciente.

Os tumores de Lalit começaram a crescer na infância, aos poucos. Até se tornarem visíveis, o indiano não sabia da doença. Ele foi apelidado de “Homem Elefante” em referência ao inglês Joseph Merrick, que viveu no século 19 e tinha aparência semelhante.


Fonte: Extra, extra.globo.com