Desaparecido sobrevive comendo só borboletas, mariscos e frutas; confira

Stephen Currie estava desaparecido há 28 dias depois de sair para caminhar em Queensland, Austrália

Não é a dieta mais apetitosa do mundo, mas foi o que salvou a vida de Stephen Currie, 40 anos, perdido na natureza australiana por 28 dias: o "cardápio" consistia em mariscos frescos, frutas e borboletas. O homem se perdeu depois de sair para caminhar na região de Queensland, norte da Austrália.


Homem desaparecido sobrevive comendo borboletas, mariscos e frutas

De acordo com o jornal Daily Mail, Stephen saiu de carro, estacionou na área industrial da cidade e foi caminhar, por volta das 8h30 da manhã do dia 29 de dezembro. Adentrando um bosque, ele ficou desorientado, sem conseguir achar o caminho de volta. O homem, então, tentou seguir o caminho do Rio Walsh, mas logo se perdeu novamente.

Stephen dormia na areia, próxima ao rio, em uma cama que ele fez de casca de árvore. Com a água, ele tinha onde beber e comer. Os policiais estavam atrás dele há quase um mês, e já estavam sem esperanças de encontrá-lo. Segundo o jornal, o detetive Vince Marcel afirmou que já haviam feito buscas aéreas e em locais como grutas e não o encontravam.

A família de Stephen estava desesperada. Mas, agora, estão todos aliviados depois de a polícia encontrá-lo 15 quilos mais magro, vestindo apenas um short.

Fonte: Terra