Homem mais rico do mundo perde US$ 8 bilhões em 4 dias de crise

O mexicano Carlos Slim perdeu 11% de seu patrimônio investido em ações.

O bilionário mexicano Carlos Slim perdeu US$ 8 bilhões apenas nos quatro primeiros dias do mês, considerando a desvalorização das ações que ele possui, segundo dados compilados pela agência Bloomberg.



Esse valor corresponde a 11% do portfólio de ações do magnata, que de acordo com a revista ?Forbes? é o homem mais rico do mundo. Esta publicação, em seu ranking mais recente de bilionários do mundo, de março, afirmava que a fortuna de Slim estava em US$ 74 bilhões. Já a Bloomberg noticia que o patrimônio de Slim está agora em US$ 63 bilhões.

A perda de 11% é maior do que a média entre investidores. O índice S&P 500, por exemplo, uma das referências da bolsa de Nova York, caiu apenas 7,1% no período.

Segundo a Bloomberg, Slim foi especialmente afetado devido à combinação entre a queda da bolsa mexicana e valorização do dólar. O mercado de ações do México desceu 7,4%, e o peso, 2,5%.

Medidas na moeda local, as ações de Slim perderam 9% do seu valor, mais do que o índice de referência da bolsa do México. Os papéis da America Móvil caíram 6,9% na semana. Outras empresas de Slim também tiveram perdas na bolsa, como a Inbursa (queda de 8,7%), a Inmuebles Carso (11%) e grupo Carso (18%).

Fonte: Estadão, www.estadao.com.br