Homem morre após doar parte do fígado

Homem morre após doar parte do fígado

Doação era para o irmão nos EUA

O hospital da Universidade do Colorado, em Denver (EUA), suspendeu os transplantes de fígado com doadores vivos enquanto investiga as causas da morte do americano Ryan Arnold, de 34 anos, que morreu após doar parte de seu órgão para o irmão Chad Arnol, de 38.

Ryan morreu no dia 2 de agosto, quatro dias depois da cirurgia em que ele doou parte de seu fígado para o irmão. Ryan teve uma parada cardíaca dois dias após o transplante e depois entrou em coma. Chad, que recebeu o transplante, se recupera bem da operação.

Antes dessa morte, o hospital havia realizado com êxito 141 transplantes de fígado com doadores vivos. Segundo a agência americana encarregada da distribuição de órgãos (UNOS), foram realizados 4.126 transplantes com doadores vivos desde 1989 nos EUA.

Fonte: g1, www.g1.com.br