Homem recebe injeção letal, mas agoniza por 2h antes de morrer

Joseph Wood recebeu uma injeção letal que deveria ter o matado rapidamente

A execução de um assassino de um casal no Arizona, EUA, levou quase duas horas.

Joseph Wood recebeu uma injeção letal que deveria ter o matado rapidamente, mas ele ficou 2h agonizando na frente das câmeras.

Ele estava demorando tanto para morrer que seus advogados interviram e tentaram apelar para que o serviço de emergência fosse chamado para ajudá-lo.

Uma investigação mais aprofundada foi instaurada para descobrir o motivo da injeção não ter funcionado como deveria, mas o governador do Arizona, Jan Brewer, não se abalou com o caso e declarou aos jornais que o condenado morreu de uma forma legal.

?Esta execução violou a Oitava Emenda dos direitos do Sr. Wood que deveria ser executado na ausência de punição cruel e incomum?, dizia o relatório entregue pelo advogado de defesa.

O homem foi declarado morto às 03:49, 117 minutos após o início da aplicação da injeção. Segundo o advogado, a mistura de midazolam e hidromorfona, quando administrado na veia, deve matar o condenado em no máximo 10 minutos.

Fonte: Metro