Homem que perseguia Madonna foge de hospital psiquiátrico

Homem que perseguia Madonna foge de hospital psiquiátrico

Em 1996, Hoskins ameaçou cortar a garganta da cantora

Um homem chamado Robert Dewey Hoskins, de 54 anos, que foi condenado a 10 anos de prisão por fazer sérias ameaças a Madonna nos anos 90, fugiu do hospital psiquiátrico da Califórnia onde estava internado desde julho de 2011. Ele foi preso pela segunda vez por vandalismo.

Em 1996, Hoskins ameaçou cortar a garganta da cantora "de orelha a orelha" e invadir sua residência de Los Angeles. "Hoskins apresenta comportamento altamente psicótico quando não está sob o efeito de medicamentos e pode ser muito violento", disse um porta-voz da polícia de Los Angeles em comunicado enviado à imprensa.

Fonte: EGO