Hospital onde Kate está internada cai em golpe de rádio australiana e dá informações

Hospital onde Kate está internada cai em golpe de rádio australiana e dá informações

Dois apresentadores telefonaram para o hospital passando-se pela rainha e o príncipe Charles

O hospital onde Catherine, a esposa do príncipe William, está hospitalizada em Londres caiu em um golpe de uma rádio australiana e acabou dando algumas informações sobre o estado de saúde da duquesa de Cambridge nesta terça-feira (4). Kate, que anunciou sua gravidez na segunda-feira (3), está internada desde então no hospital King Edward VII.

O hospital admitiu nesta quarta-feira (5) ter sido vítima de um golpe da rádio. Dois apresentadores telefonaram para o hospital passando-se pela rainha e o príncipe Charles, e pediram informações sobre a saúde de Kate.

A ligação foi transferida para uma enfermeira, que falou: ?ela está dormindo no momento e teve uma noite sem contratempos. Ela está recebendo fluidos e está estável no momento.?

A direção da instituição disse que "lamenta profundamente" o incidente, observando que o hospital "tem o maior respeito à confidencialidade" de seus pacientes, e que agora "iria rever seus procedimentos para chamadas telefônicas".

Um porta-voz dos serviços do príncipe William e de sua esposa declarou estar ciente das informações que circulam sobre este telefonema, mas se recusou a comentar.

Grávida de menos de 12 semanas, Catherine se queixa de uma "hiperêmese gravídica", severas náuseas e vômitos que atingem uma pequena parcela de gestantes, são acompanhados de perda de peso e podem causar desidratação.

Na segunda-feira, o palácio informou em seu comunicado que como "a gravidez está em sua fase inicial", Catherine permanecerá provavelmente "vários dias" no hospital e depois poderá requerer um "período de descanso".

A duquesa de Cambridge se sente "cada vez melhor", segundo o palácio St James, o gabinete do casal real, mas ela deve continuar no hospital "por vários dias".

A internação da duquesa de Cambridge, como é conhecida oficialmente, precipitou o comunicado oficial do anúncio da chegada de um novo herdeiro ao trono da Inglaterra, que será o terceiro na linha de sucessão, depois dos príncipes Charles, seu avô, e William, seu pai.

Fonte: G1