Hugo Chávez voltará para Venezuela em seis meses, afirma vice

Hugo Chávez voltará para Venezuela em seis meses, afirma vice

"Estamos absolutamente seguros, para desagrado da oposição, que o presidente estará aqui antes de 180 dias", disse Elías Jaua.

O vice-presidente da Venezuela, Elías Jaua, estimou que o presidente Hugo Chávez, que revelou anteontem em uma mensagem na TV que sofre de câncer, pode seguir governando o país a partir de Havana (Cuba), onde recebe tratamento médico, por até seis meses.

Jaua, em entrevista à Rádio W, da Colômbia, descartou a possibilidade de assumir temporariamente o poder, como tem cobrado a oposição e constitucionalistas que alegam que o país deve evitar instabilidade política e ingovernabilidade.

"Estamos absolutamente seguros, para desagrado da oposição, que o presidente estará aqui antes de 180 dias", disse, sem dizer quando retornará.

Ontem, Chávez participou, por telefone, de programa na TV cubana, com transmissão simultânea pelas emissoras estatais venezuelanas, e afirmou que a superação da doença o fortalecerá.

"Estamos muito otimistas", disse o presidente de 56 anos, com voz firme, na primeira declaração desde que revelou ter câncer. Chávez agradeceu pelas mensagens de apoio e contou que havia conversado com os presidente Rafael Correa (Equador), Evo Morales (Bolívia) e Cristina Kirchner (Argentina).

Ele também narrou os exames e cirurgias a que se submeteu. "Se não é por Fidel [Castro], sabe Deus em que labirinto eu estaria", afirmou, referindo-se ao ex-ditador de Cuba, a quem chamou de "médico superior".

Ele disse estar "assimilando" o "erro fundamental" de ter negligenciado sua saúde. O conceito ele disse ter retirado de "Assim Falou Zaratustra", do filósofo alemão Friedrich Nietzsche, que está lendo durante a recuperação.

Fonte: Folha.com