Indiana vítima de estupro foi deixada na rua por uma hora

Jovem morreu após duas semanas hospitalizada em Nova Déli.

A polícia e pedestres deixaram a estudante indiana vítima de estupro coletivo deitada na rua sem roupas por quase uma hora após o ataque, disse nesta sexta-feira (4) um amigo que foi atacado com ela, em sua primeira declaração pública sobre o caso que provocou protesto internacional.

A estudante de 23 anos morreu no hospital duas semanas após ter sido atacada, em 16 de dezembro, num ônibus privado em Nova Déli, cidade chamada de "capital do estupro" da Índia.

"Ficamos gritando para a polícia, "por favor nos dêem algumas roupas", mas eles demoraram para decidir em qual delegacia nosso caso deveria ser registrado", disse o sobrevivente à rede Zee News.

O caso gerou uma onda de violentos protestos no país e que repercutiram internacionalmente.

Fonte: G1