Inspirado, Papa declara que nome vem de São Francisco de Assis

Francisco disse que Dom Cláudio Hummes lhe disse para não se esquecer dos pobres


Inspirado, Papa diz que nome vem de São Francisco de Assis
Em um encontro com jornalistas na manhã deste sábado na sala Paulo VI, no Vaticano, o papa Francisco explicou a origem do nome que escolheu para ser conhecido.

Francisco afirmou que, durante o Conclave que o elegeu, ele estava sentando ao lado do cardeal brasileiro Dom Cláudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo, a quem se referiu como um grande amigo. "Quando a coisa começou a ficar perigosa", disse o Papa, Hummes tratou de tranquilizá-lo.

Quando ele alcançou o número de votos necessários para se tornar o novo líder da Igreja Católica, e em meio aos aplausos, Hummes o abraçou, o beijou e disse: "Não se esqueça dos pobres". "Aquilo entrou na minha cabeça", contou o Papa. "Eu lembrei imediatamente de Francisco de Assis. Franciso é um homem da probreza, da paz, que ama e protege a criatura", afirmou, acrescentando ainda que quer uma Igreja pobre para os pobres.

Hummes era um dos cardeais que estava ao lado de Francisco no balcão central do Vaticano quando o Papa foi apresentado pela primeira vez ao mundo.

Francisco também brincou com os jornalistas sobre outras "dicas" de nome que recebeu. Um deles seria de Adriano, em referência a Adriano VI, um grande reformador da Igreja. Outra dica seria Clemente XV, uma "vingança" . "Porque Clemente XIV foi o papa que acabou com a Companhia de Jesus (ordem jesuítica)", disse o Papa, ele próprio um jesuíta, arrancando risos da plateia.

O Papa abriu o encontro saudando o trabalho dos jornalistas durante o Conclave. "Vocês realmente trabalharam, não é?", disse, fazendo referência a intensa cobertura midiática em torno da eleição do novo Sumo Pontífice. "Agradeço especialmente aqueles na mídia que aparesentaram o Conclave como um evento da fé".

Francisco também salientou que a Igreja, apesar de ter estrutura, não é uma instituição política, e que colocará Jesus Cristo no centro de seu Papado. "Cristo está no centro da Igreja, não o Papa. Cristo guia a Igreja".

Fonte: Terra, www.terra.com.br