Intoxicação alimentar causa internação de 500 estudantes

Intoxicação alimentar causa internação de 500 estudantes

A Promotoria egípcia disse que pediu uma investigação sobre o incidente.

Pelo menos 479 alunos da Universidade al Azhar, no Cairo, foram internados nesta terça-feira por uma intoxicação causada pela comida servida no restaurante da residência estudantil da instituição.

Segundo o Ministério da Saúde, pelo menos 190 estudantes receberam alta e foram liberados. O goveno não confirma, mas o número de afetados pela intoxicação pode ter chegado a mais de 500.

A Promotoria egípcia disse que pediu uma investigação sobre o incidente. O presidente Mohammed Mursi foi visitar os alunos da escola em um dos hospitais.

Devido à contaminação, centenas de alunos fizeram um protesto que terminou com a invasão do escritório do clérigo islâmico que preside a universidade, Ahmed el Tayeb. Eles ainda bloquearam as ruas próximas ao alojamento e criticaram a atual administração da universidade.

A contaminação de alimentos é comum em residências estudantis das universidades do país, onde os padrões de higiene costumam ser ignorados. Mas essa é a primeira grande intoxicação alimentar registrada nos últimos anos.

Os alunos da Universidade al Azhar afirmam que as refeições servidas no local são tradicionalmente de péssima qualidade, e muitas vezes é possível encontrar até insetos nos alimentos.

Fonte: UOL