Irã anuncia expulsão de espiã com um fone nos dentes

Agência de notícias diz que mulher tentou entrar no país pela Armênia

Uma americana apresentada como "espiã" pela imprensa iraniana, que havia anunciado sua detenção na fronteira com a Armênia na semana passada, foi expulsa de imediato a este país vizinho. Segundo a agência de notícias semioficial Fars, a mulher tinha microfones implantados nos dentes.

Mas ela não pôde entrar no Irã por não ter visto, anunciou nesta quinta-feira (6) a televisão iraniana, ao contrário do que havia sido divulgado pela agência semioficial Fars e jornais de Teerã.

Citando uma ?fonte de segurança local?, a TV em árabe Al Alam afirmou que "esta americana não pôde entrar no Irã. Veio em direção aos guardas da fronteira, mas como não tinha visto não foi autorizada a entrar no país. Foi enviada de volta à Armênia.

Pouco antes, a agência de informação semioficial Fars havia anunciado a detenção desta mulher, de 55 anos, identificada como Hal Talayan, e com quem os serviços de segurança descobriram "materiais de espionagem (microfones) implantados nos dentes".

Fonte: R7, www.r7.com