Irã diz ter informado aos americanos que rebeldes tinham armas químicas

Irã diz ter informado EUA que rebeldes sírios tinham armas químicas

O chefe da delegação parlamentar iraniana, Allaeddine Boroujerdi, em visita a Damasco, disse este sábado que o Irã "tinha informado oficialmente os Estados Unidos" em 2012 que grupos rebeldes sírios possuíam armas químicas, segundo a agência oficial Irna.

"No ano passado, informamos oficialmente os Estados Unidos que, segundo nossas informações, os grupos terroristas (nr: na Síria) tinham armas químicas, mas infelizmente os Estados Unidos não levaram em conta esta advertência", disse Boroujerdi, presidente da Comissão de Relações Exteriores do Parlamento, que viajou este sábado de manhã a Damasco, encabeçando una delegação parlamentar.

Os Estados Unidos romperam relações diplomáticas com o Irã em 1980, depois da tomada de diplomatas como reféns na embaixada americana em Teerã; as relações entre os dois países se mantêm muito tensas por causa do programa nuclear iraniano.

Boroujerdi se reuniu com o presidente do Parlamento sírio e posteriormente se reunirá com o chefe de Estado, Bashar al Assad.

"Como representante da República Islâmica do Irã, declaramos nossa hostilidade a qualquer ataque e guerra contra a Síria", acrescentou.

O Irã, principal aliado regional da Síria, advertiu para qualquer ação militar contra a Síria.

Fonte: UOL