Iraquiana de 111 anos é naturalizada cidadã dos EUA

Warina Zaya Bashou, que não fala inglês, prestou juramento em casa

A iraquiana Warina Zaya Bashou, de 111 anos, tornou-se nesta sexta-feira (13) a segunda cidadã naturalizada norte-americana mais idosa.

Ela prestou juramento em uma cerimônia em sua casa, em Sterling Heights, no estado de Michigan.

Como ela não fala inglês, familiares fizeram a "tradução" na hora do juramento.

Warina nasceu em 1900, em uma pequena cidade próximo a Mosul, no Iraque, segundo Marilu Cabrera, porta-voz do serviço de imigração.

recordista é uma mulher turca que foi naturalizada em 1997, aos 117 anos, mas que já morreu.

Warina mora nos EUA desde 2003, segundo a família.

Ela é caldeia, de uma população católica e que fala uma espécie de aramaico e árabe. Muitos deixaram o Iraque por conta de perseguições étnicas e religiosas.

Warina também "acumula" o título de moradora mais idosa do estado de Michigan.


Iraquiana de 111 anos é naturalizada cidadã dos Estados Unidos

Fonte: G1