Italiano é acusado de tentar entrar em presídio com "dentadura de maconha"

Caso aconteceu no presídio Marassi, em Gênova.Erva estava no lugar de dentes que faltavam.

Um italiano foi acusado de tentar entrar no presídio Marassi, em Gênova, no noroeste do país, com uma prótese dentária feita de maconha, segundo a polícia.

Durante a habitual revista para entrar no presídio, os agentes detectaram "a substância entorpecente habilmente oculta na boca no lugar de alguns dentes que faltavam ao homem; em suma, uma prótese dentária feita de maconha", disse Roberto Martinelli, secretário-geral adjunto do Sindicato Autônomo da Polícia Penitenciária.

O secretário-geral do sindicato elogiou o profissionalismo dos agentes, mas pediu mais meios para evitar que drogas entrem em presídios.

Fonte: g1, www.g1.com.br